Garimpo pela Serra Catarinense – parte II

Garimpo pela Serra Catarinense – Parte II

Este foi mais um sábado em que saímos cedinho para buscar novidades e conhecer um pouco mais da nossa terra. Subimos a serra direto para Taquaras buscando conhecer um pouco mais dos sítios orgânicos da região.

Taquaras é distrito de Rancho Queimado e  fica logo após esta cidade. Passando pelo centro de Rancho Queimado, seguimos direto até o Rancho Eco Frutícola. No sitio fomos recebidos pela Letícia, proprietária, que nos contou um pouco da sua história e do cultivo do morango.

As frutas de clima temperado , entre elas o morango, encontram nas montanhas de Santa Catarina as condições ideais para se desenvolverem. O clima frio no inverno, ameno no verão, água em abundância e as terras férteis possibilitam a produção orgânica destas frutinhas deliciosas.

“A história da empresa começou em 1999 quando Samuel Weiss iniciou seu primeiro cultivo de morangos orgânicos na propriedade do Lachares sob os olhares atentos de Silvino Schneider. O Pastor Silvino, como era conhecido, trouxe do Rio Grande do Sul as primeiras plantas de morango e as primeiras intenções de plantio, o que anos mais tarde rendeu ao município de Rancho Queimado o título de Capital Catarinense do Morango.

Em 2003, Letícia Weigert, publicitária radicada em Florianópolis, decidiu mudar de vida e vislumbrou em Taquaras uma possibilidade de ter uma vida mais tranquila, exercendo uma atividade profissional mais realizadora.

Juntos, o casal trabalhou – e trabalha -na construção de uma agricultura sustentável, onde nenhum ano é igual ao outro. A produção agrícola no sistema orgânico não é o caminho mais fácil mas, sem dúvida, é o mais compensador.”

  

Letícia cuida produção das geleias e o marido cuida do plantio e da colheita. Os morangos e amoras são colhidos cuidadosamente e vendidos em bandejas ou como geleias.

As geleias são feitas à mão com matéria-prima selecionada. As receitas contém pouco açúcar para garantir o equilíbrio adequado de um produto saudável e com sabor único. Os sabores são: morango, frutas vermelhas, goiaba, tangerina Clemenules e banana caramelizada que podem ser conhecidos na nossa loja.

Leticia nos levou para conhecer o sitio e as estufas de morangos onde nos contou que agora a região está limpa e por isso equilibrada, não necessitando mais tantos cuidados quanto a proliferação de pragas e fungos.

  

 

Saindo do sitio, fomos buscar um local para almoçar e passear um pouco mais pela região. Um pouco antes de chegarmos ao centro da pequena cidade, avistamos em cima de um morrinho um pequeno café e lá fomos surpreendidos com tantas gostosuras e pelo cuidado e gentileza no atendimento feito pela própria proprietária e sua netinha.

 

O Käufer café com morango é um chare só onde já na entrada uma lareira acesa aquecia o ambiente, pensado em todos os detalhes e com tanta delicadeza.

 

A mesa então tinha tanta gostosuras alemãs que ficava até difícil de escolher.

 

Obrigada por nos receberem tão bem e realmente é um local para ir e se sentir em casa.

Antes de irmos embora nos convidaram para esperar e ver o pônei que estava chegando, porque aqui no interior brincadeira de criança é andar de pônei. Voltaremos outras vezes com certeza.

Saindo do café, logo avistamos da estrada um pequena cascata.

Esta é uma região de muitas belezas naturais que revelam-se pouco a pouco, misturando a paisagem de montanha com o cenário rural. A região possui rios, cascatas, piscinas naturais, estradas e muitos jardins floridos.
Taquaras  possui uma grande importância na história catarinense e é neste pequeno distrito que estão localizadas a casa de campo do ex-governador Hercílio Luz, hoje Museu da Casa Hercílio Luz, construída no início do século XX; o Monumento ao Tropeiro, erguido pela comunidade em honra aos tropeiros que vinham do Planalto e pernoitavam no local; a Casa do Imigrante e a Igreja Católica, construída por Hercílio Luz em homenagem à esposa falecida.
Em novembro é realizada a festa do moranguinho. Região que merece ser visitada e apreciada em todas as épocas do ano.
Fotos e texto: Ana Paula Dreher

Envie seu comentário

* Nome, Email e Comentário é Obrigatório

Casa de Ana - Av. Pequeno Príncipe, 971 - Lj. 03 - Campeche - Florianópolis/SC